Sobre a Formação em Psicanálise

SOBRE O CONHECIMENTO PSICANALÍTICO E OBJETIVOS DO CURSO DE FORMAÇÃO DE PSICANALISTA CLÍNICO

O Conhecimento Psicanalítico é um conjunto de verdades com a intenção de tratar pacientes portadores de distúrbios psíquicos de natureza inconsciente, tais como: as perturbações caracteriológicas e psiconeuróticas, transtornos somáticos de origem psíquica decorrente de afetamento inconsciente, necessidades, complexos, traumas, regressões, recalques e tudo mais que perturbe o psiquismo, tratando-os através do método da Livre-Associação de Ideias, trazendo-os à tona da consciência, possibilitando o equilíbrio emocional do ser humano.

O objetivo do Curso de Psicanálise da ABEPP é proporcionar oportunidade de estudo nesta área do saber, tanto no sentido de obter autoconhecimento, quanto capacitar o futuro profissional a analisar, criticar, discutir e argumentar a respeito do psiquismo humano e, ainda, tratar de distúrbios psíquicos de natureza inconsciente, credenciando-os para o exercício dessa ocupação, cada dia mais indispensável ao bem estar próprio e da população. Além de promover a formação de docentes em psicanálise

O Curso de Formação de Psicanalista Clínico da ABEPP, além do saber teórico, está associado às diversas sessões de análise pessoal e estágio supervisionado.

COMO FUNCIONA O ENSINO DA PSICANÁLISE

Em todos os países, o ensino da psicanálise é feito através das Instituições Psicanalíticas que, historicamente, vêm formando esses profissionais, dentro dos seus particulares princípios e sustentando a ciência Psicanalítica. Portanto, não há outro meio capaz de preparar psicanalistas.

São diversas as correntes de psicanálise, por isso, uma Instituição Psicanalítica moderna, não deve deixar-se “intimidar”, pelas críticas às vezes frontais tanto de outras instituições, quanto de outros profissionais. O participante deve estar aberto a conhecer e a investigar seus fundamentos, mesmo os heterodoxos e, dentro do universo psicanalítico reverberar as posições mais consolidadas que venham somar com a nobre missão da Psicanálise e ajudar a trazer à luz questões ainda não totalmente esclarecidas.

Na ABEPP, o método utilizado é da transmissão da psicanálise que coloca o aluno em contato direto com os temas psicanalíticos e estudo de casos clínicos, permitindo-lhe uma aprendizagem e um aperfeiçoamento que o tornará um profissional apto a tratar de pessoas portadoras de psicopatologias de natureza neurótica.

Reconhecemos e respeitamos Sigmund Freud que foi o protagonizador da Psicanálise. Concebemos suas percepções e servimo-nos dela como estrutura básica na compreensão da psicanálise. No entanto, pesquisamos e difundimos a psicanálise, buscando as contribuições de outros estudiosos e pesquisadores consagrados, ou seja, não somos pregadores de nenhum em particular, estimulamos um clima moral que faça vir à tona; o respeito à Lei, à Ética, à Honra e o Espírito Humano, promovendo a busca do conhecimento, do Amor à Aprendizagem e da Capacidade Humana de Auto superação.

O QUE É O PSICANALISTA E ONDE ELE PODE TRABALHAR?

O Psicanalista é um pesquisador por excelência. Ele exerce a psicanálise em consultórios, clínicas e hospitais empregando metodologia pelo princípio não invasivo. Cabe ao psicanalista a nobre tarefa de promover a saúde da mente, indispensável à saúde do corpo. O psicanalista pode assessorar programas sociais e dar informações de interesse público, de cunho psicanalítico, bem como ministrar seminários e conferências sobre esta Ciência/Arte, como é também conhecida a Psicanálise.

A profissão de psicanalista pode ser exercida em todo território nacional, em consultórios, colégios, clínicas e instituições que atuem na área de Saúde Mental e no tratamento das Psiconeuroses.

AMPARO LEGAL DO CURSO E DA PROFISSÃO

No Brasil, a psicanálise está classificada na CBO (Classificação Brasileira de Ocupações) no Ministério do Trabalho Portaria nº 397/MTE de 09/10/2002, sob o nº 2515.50. O exercício Profissional da Psicanálise também tem amparo na Constituição Federal em seus artigos 5º incisos II e XIII e 153.

A Formação Psicanalítica está incluída na modalidade livre, realizada através de instituições psicanalíticas como a ABEPP, não sendo nenhum curso de formação psicanalítica autorizado pelo MEC.

Endossando a posição Constitucional sobre o exercício profissional da Psicanálise combinam-se diversos pareceres, a saber:

  • O Aviso nº 257/57 do Ministério da Saúde.

  • Parecer 4.048/97 do Conselho Federal de Medicina;

  • Parecer 159/2000 do Ministério Público Federal e da Procuradoria da Republica do Distrito Federal e por fim;

O CURSO DE PSICANÁLISE E A FORMAÇÃO DE PSICANALISTA

  1. A ABEPP utiliza a modalidade aula presencial, onde o aluno participará de Seminários teóricos/clínicos, totalizando 18 meses de estudo. Além dos seminários, o aluno deverá desenvolver, em cada disciplina ou em módulos, atividades complementares como: trabalho de pesquisas, estudo de casos clínicos e análise de filmes. O programa curricular corresponde ao mínimo necessário, abrangendo níveis de conhecimento desta Ciência/Arte e o preparo eficiente para o exercício profissional.

  2. O aluno concluirá o seu curso, após a apresentação de todos os trabalhos solicitados ao longo do período, com média superior a 07.

  3. Após o término do curso o aluno apresentará o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), que consiste em uma monografia, seguindo as normas da ABNT (Capa, índice, introdução, desenvolvimento, notas de rodapé, conclusão e bibliografia) ou jamais ultrapassando o final do estágio. O TCC pode ser elaborado durante o curso, à medida que o aluno vai se identificando com Os temas da Psicanálise. A tolerância quanto ao número de faltas será de no máximo 25% das aulas presenciais.

  4. Simultaneamente às disciplinas do curso, o aluno em formação deverá fazer a sua análise pessoal, consistindo em 120 horas, no mínimo, com psicanalista credenciado pela ABEPP.

  5. O Psicanalista em formação que esteja em análise desde o início do curso, se estiver em dia com as obrigações financeiras e acadêmicas com a ABEPP, depois do 12º (décimo segundo) mês, receberá “Autorização Provisória para Clinicar” exclusivamente com pacientes/piloto. Ao término do estágio, o candidato a psicanalista, entregará relatórios dos seus pacientes, e receberá sua documentação para, junto à Administração de Brasília, tirar Alvará de funcionamento do seu consultório, ou para trabalhar em qualquer clínica e hospitais que aceitem psicanalistas nos seus quadros. O valor da sessão será de R$ 50,00 padronizados por todos os psicanalistas e será responsabilidade única e exclusiva do aluno realizá-las. O estágio deverá ser realizado com no mínimo cinco (05) pacientes regulares (com sessões ininterruptas). Vale lembrar que é a atividade de estágio que irá capacitar o psicanalista em formação para o exercício pleno da profissão.

QUEM PODE PARTICIPAR DO CURSO

Para fazer o curso de Formação em Psicanálise Clínica o aluno precisa ter Curso Superior ou estiver em fase de conclusão do curso superior, sendo que só receberá o título de Psicanalista Clínico após apresentar a conclusão da Graduação.

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE PSICANÁLISE CLÍNICA

A Grade Curricular poderá receber alterações de disciplinas por intermédio da Diretoria Acadêmica e Coordenação acadêmica, as quais serão imediatamente comunicadas aos alunos, sem nenhum prejuízo acadêmico para os mesmos.

Para cada disciplina ministrada o aluno desenvolverá, atividades acadêmicas requeridas como: trabalhos, artigos científicos, responderá a questionários específicos sobre a disciplina, sendo que a entrega dos trabalhos deverá ocorrer até 30 dias após a solicitação dos mesmos.

A Coordenação do Curso

Destaques
Artigos Recentes
Arquivo
Principais Consultas
Nenhum tag.